Harry Potter - Golden Snitch 2

Menu

Old wolrd

Encontrei esse texto desesperador, de novembro do ano passado salvo aqui nos rascunhos.
Só me pergunto onde está meu controle.

Passar três dias no interior para fugir dos pensamentos que me cercam e acabei por conseguir resolver mais claramente o que evitei.
Meu pai me acalma. Ele é meu porto seguro nesses dias turbulêntos de chegada a idade adulta.
Só que aí me toquei: estou evitando crescer, ter reasponsabilidases por medo. Algum medo que criou um ponto no qual não me deixa ir alem de uma etapa. É um medo que me trava como se eu fosse evitar que a morte ou a idade chegue pra mim e meus parentes. Serve como um método de defesa pra mim que ate então funcionava. Só que hoje parei e pensei: bom, tenho 24 anos e nada mais. Se meu pai se for, meu chão vai desaparecer e entrarei em um estado catatônico por desgosto de não ter sido alguem que meu pai se orgulhasse. Minha vida gira em torno de orgulhar meu pai.
E enquanto eu estiver com essa armadura de adulta irresponsável, pulando de lá pra ca por medo, farei o contrário do que desejo.

5 comentários:

When I Grow Up disse...

O teu blog é tão querido! Segui
NOVO POST http://hashtagwwgu.blogspot.pt/2015/01/como-ser-grunge-how-to-be-grunge.html

Bruna Guedes disse...

Já vivi assim "à mercê" de meu pai.
Não deu muito certo para mim e no final, não nos damos muito bem, sinto falta dele, de como ele me tratava e do seu amor... Apenas acho que perdi tudo isso :/
Espero que dê certo para você..
beijos
Ganurb

Bruna Guedes disse...

Adorei o texto *-*
Acho que todo mundo tem uma armadura viu, senão não dá para viver...
beijos
Ganurb

Menina Rosa Store disse...

Oiiii!
Valeu pela visita no blog! :D
Bju!

sara raquel disse...

Otimo texto! amei seu blog flor

http://bookmoda123.blogspot.com