Harry Potter - Golden Snitch 2

Menu

2014


No horóscopo Chinês sou regida pelo simbolo do cavalo ( do elemento metal), o que significa que:

"São rápidos, talentosos e trabalhadores. Por causa da sua natureza independente, recusam escutar o conselho dos outros. O cavalo nasce sob o signo da elegância e do zelo. Todos os nativos deste signo tendem a ter muito charme na sua forma de aproximação o que os torna muito populares. O cavalo é também um individuo muito social, tirando prazer em participar em festas e outros recolhimentos sociais. Têm qualidades fortes de liderança e gostam de estar na ribalta. Tendem também a ser eloquentes e persuasivos e a ter um grande amor para discussões ou debates. Eles também gostam de ter um determinado grau de liberdade escolhendo não serem limitado por regras da sociedade e regulamentos. Gostam de sentir que não são criados de ninguém a não ser deles próprios. Mas apesar deste sentido de liberdade, o cavalo gosta de se sentir apoiado e incentivado pelos outros. Devido aos seus muitos talentos e natureza amistosa, o cavalo irá longe na vida. Apreciam desafios e são trabalhadores incansáveis e metódicos. O sucesso significa tudo para o cavalo. Assim se não conseguir atingir os seus objectivos, o cavalo leva um longo tempo para recuperar das sua falhas e fica terrivelmente humilhado. O cavalo presta muita atenção à sua aparência por isso são muito atractivos para o sexo oposto. Tendem a ter muitos romances antes de assentarem com um compromisso mais sério, mas uma vez que encontram a sua alma gémea, são muito protectores e leais. Por um lado, o cavalo pode ser um tanto teimoso e egocêntrico, no entanto tem também uma natureza disposta frequentemente a ajudar os outros. Exibem um grande sentido de humor e causam geralmente boa impressão onde quer que vão. Contudo têm uma temperamento impetuoso e embora não se exaltem com frequência, dizem geralmente coisas que lamentam mais tarde. Um cavalo não é particularmente bom em manter segredos. O nativo fêmea do cavalo tem algo especial. Para dizer que é bonita seria necessário um mega testamento; não se pode negar os seus atractivos e encanto natural. O seu tipo psíquico dá-lhe um ar distinto. A menos que quebre o pressuposto, esta mulher borbulha geralmente de saúde e vitalidade. O seu perfil expressa a autoconfiança, a facilidade, o equilíbrio, franqueza e abertura. De aparência atlética e como uma flor. Muito activa, agitada, com movimentos rápidos e gestos vigorosos, tem um gosto para o exercício físico e não há nada pior para ela do que a doença. É graciosa, com um forte sentido de ritmo e movimento; aprecia a autoconfiança e sente-se bem com o seu próprio corpo. A sua presença física é sempre sentida fortemente por os outros, e ficaria completamente surpreendida se encontrasse alguém que ficasse indiferente a ela. Um tipo popular de cavalo mas patético e sem regras. Demonstrativo, impetuoso que gosta de chamar à atenção. É altamente amoroso e muito atraente ao sexo oposto. Dotado de uma mente astuta e boa intuição, pode ser extremamente produtivo quando é positivo. Seria difícil tentar acompanhá-lo porque parece estar em toda parte ao mesmo tempo. Com poderes de recuperação muito fortes, o cavalo do metal nunca fica fora de acção por muito tempo. Está constantemente a procurar a excitação e o escalar às alturas até lhe faltar o ar. O metal fará este cavalo mais teimoso e egoísta do que os outros tipos de cavalos. Pode ser um indivíduo cheio de ideias brilhantes mas não é um administrador consistente. Se o seu trabalho não lhe der nenhuma satisfação, nenhum divertimento, nenhum estímulo que o recompense, tornar-se-á irresoluto e irresponsável. Não pode caír na rotina diária. Nem pode funcionar com alguém que olha de relance sobre o seu ombro. Ele anseia constantemente por experiências e desafios novos. Quando é negativo, terá uma necessidade irracional para a liberdade e é incapaz de estabelecer laços pessoais profundos por medo de que possam acabar com a sua liberdade ou comandar o seu tempo. Os cavalos são geralmente bem "estribados" e têm muita apelação pelo sexo mas podem ser loucos no amor."

-

" Então, á partir de 11 de fevereiro, é tempo de avanços significativos nas artes, na política internacional, na mídia, na tecnologia e na medicina, pois os anos regidos pelo Cavalo favorecem a ação. Exemplos disso são 1990, ano da libertação de Nelson Mandela, que trouxe mudanças dramáticas para a África do Sul, e 1918, quando terminou a Primeira Guerra Mundial. Este vai ser o tipo de ano em que se deve dar aquele passo a mais em direção às suas metas.
Um ano de alto astral para tudo. A vida será cheia de aventuras. As pessoas encontrar-se-ão meigas, românticas e carinhosas. Um ano favorável ao progresso. Esta será uma época boa para as decisões e projectos serem incorporados em alta velocidade e com eficiência. A acção será a palavra chave. Tudo prossegue e nós não devemos parar. Será um ano recompensador mas esgotante e cansativo. Hilariante mas também com momentos de frustração, o ritmo deste ano acaba com as nossas energias de reserva deixando-nos com a sensação de esgotados. É uma época boa para tentar fazer todas as coisas que sempre sonhou. Escute os sentidos. O vento pode mudar constantemente, mas uma vez que se decidiu, dever-se-á seguir os instintos. Planear e prosseguir. A influência impulsiva do cavalo, acoplada com a auto confiança, ditará as acções e emoções. A indústria, a produção e a economia de mundo estarão numa roda viva. Os temperamentos em excesso, podem ser um bocado desgastantes nas áreas de diplomacia e política. Mas o bom humor prevalecerá."

Fonte: http://www.hoops.pt/astrologia/cavalo.htm

Bom, vamos lá, 2014, o ano do Cavalo.... Testemos nossa ferradura na cara do de quem mais nos coloca pra baixo e do tal 'destino' que está disposto a dizer que está tudo pré-planejado e que você não pode mudá-lo. :)))
as vezes, ficar trancada em minha mente, apenas raciocinando com  minha consciência é um pouco pesado. Preciso escapar com tinta e papel como penseira. Nesse momento, não consigo raciocinar direito sobre os últimos dias, se estou realmente acordada ou mantenho-me em um sonho platônico como nos últimos anos. Mereço mesmo ficar feliz com algumas palavras bonitos e elogios vindos dele ? Depois de me magoar tantas vezes com palavras, parece que todos estão falando por falar e até o momento, eu estava vazia. Mas e essas palavras vindas dele ( e que esperei por tanto tempo para serem proferidas) ? Enchem meu coração de alegria e esperança de  algo desconhecido e desejado. Acordo com um sorriso em lábios e durmo com os olhos brilhando. Ontem fucei meu blog e achei vários textos sobre você. Inclusive, estava a pensar – gosto de você desde que te conheci, que começamos a nos falar- e encontrei um texto com o titulo – You had me at hello- hah.  Por longos meses consegui me envolver a ter desejos profundos pó pessoas erradas e desejei me apaixonar novamente. Fico pensando se tínhamos mesmo que passar por tudo isso para chegar a meio entendimento, como nos últimos dias.... Minha timidez deu de encontro com a sua naquele dia do show e a falta de comunicaçao  que fez com que disperdiçarmos uma noite. Um tipo de falha na comuniaçao e depois, obviamente resolvida e esclarecida. Em momentos sozinha, o romantismo some e, confesso, que o lado do desejo fala mais alto. Não tenho culpa de você ser o macho alpha da minha especie. Passaram-se apenas dois dias desde eu tudo aconteceu e eu desejo loucamente que nos encontremos o mais rápido possível. Sou inconstante e ajo sem pensar. Desejo as coisas ue em outros momentos podem não mais me ser tão atraente. Acredito que tudo isso tenha um prazo de validade ate que tudo em sua mente seja dita pra mim, porque ate o momento, só tenho a minha visão do que aconteceu...         Sinto eu logo isso acabara...        
                            Ja fazem alguns anos que nao escrevo um texto decente sobre a conclusao do meu ano em vigor. Vou fazer isso esse ano porque alem de ter sido 13, eu realizei muitos desejos mesmo tendo passado por apuros idiotas(e agora meio que me traumatizaram, vlw) mas nada acontece sem um motivo e eu sei que o universo tem algo lindo planejado pra minha alma de lady. Primeiro de tudo: To finalmente tirando a carta de motorista YaY HaHa. Comecei a dar aulas na rede pública e toda aquela idéia de – EUPOSSOSaLVaRESSESJOVENS- desapareceu da minha minha mente. A Educaçao no Brasil não é algo tão –popular- nos dias de hoje e é tratada como obrigação pela molecada. Não respeitam, não tem noção da vida e principalmente aqui na ZL o negócio é ser ladrão porque é super C00L. Enquanto não me formo, tentarei por todo 2014 ajudar os que querem sugar o que tenho a ensinar, depois disso, vou pular fora e ensinar idosos ou sei La, português para estrangeiros; a juventude, pra mim, ta desoladora ;/ To em processo de aprendizado de hobbies que me darão grana para qualquer país que eu fugir: colocar piercing e tatuar. Finalmente  perdi em torno de 15 kilos. YaY again :3 E como sempre conheci pessoas que me fizeram bem e permaneceram na minha vida e outras nem tanto e GRZaDEUS SUMIRaM da minha vida. aprontei pra K7 entre abril e agosto. Cara, quantos perdidos e bebedeiras.... HUSIHUIHUHHS Voltei pra academia em novembro e finalmente tomei vergonha na minha face linda e coloquei em mente que sempre bebi pra chamar atenção ou pelo simples fato de esquecer os problemas ( e que todas as respostas estao na minha cabeça) , que nunca gostei do sabor da bebida, não tenho mais vontades de roles eternos (ok, isso deve ser fase) e que tenho que me alimentar pra nutrir o corpo não pra me satisfazer e sair rolando por ai. Infelizmente tem um ou dois vícios que continuam mas logo livro-me deles também ;)  Estou melhor sozinha do que mal acompanhada, to com medo de me relacionar de novo e com nojo de todo e qualquer cara que tente dar em cima de mim. Eu to bem feliz estudando e trabalhando, alcançando todo o conhecimento que eu sempre desejei sugar do mundo. To tendo tempo de me cuidar e me amar ( PS I LOVE YOU, ISaBELa)  Aos 23 estou realmente tendo noção do eu não uero pr minh vid ( porue as ue eu uero, mudam junto com a minha inconstância ;P). Para 204 sabe o ue desejo? ue tudo continue lindo como esta e ue eu continue com o animo de aproveitar cada dia da minha vida como se fosse o último.   YOU HaVE ONLY ONE CHaNCE, DONT LOSE IT.

xoxo I

De certa forma, tive uma 'ajuda' indevida com o projeto não recebendo meu salário esse mês. Por isso eu corri atrás de ir no Legion Tattoo e ocupar meus dias aprendendo a colocar piercing e tattoar. Se eu tivesse recebido seriam rolês atras de rolês e comprando coisas que não preciso. Além do que, esse aprendizado vai me ajudar em um hobbie que pode me dar uma graninha extra, huh?!
Eu consigo ver coisas boas em toda merda que me acontece! HUAHUAHUA
E amanhã será minha última aula de vrumvru. Tá chegando a hora do examee *-*

Ainda não chegou a hora de fazer o release sobre esse ano mas tenho muitas coisas boas que aconteceram pra vencer toda a tristeza que passei.

xoxo I.
Quase fiz merda de gastar 1/5 do que tenho na poupança comprando um celular de status. Ainda bem que deu pra cancelar antes que minha mente pesasse mais do que já pesa pelo fato de eu ter gasto o que TINHA poupado e não deveria.

Eu não preciso dessas merdas. Eu tenho uma vida boa, não me falta nada e status nenhum vai mudar quem sou. Pra que demonstrar ser algo que não sou e tou longe de ser?!
Quando eu conseguir alcançar meus desejos, ai sim mas por enquanto, não sou nada disso.

Somos criados de uma forma tão idiota, que se pararem pra pensar a respeito ficariam chocados mas tudo bem, não sou eu quem vai conseguir fazer o mundo mudar com pensamentos em momentos de recaídas de badtrips.

BTW, estou feliz por não ter feito essa cagada e gasto um dinheirinho que eu não poderia.

xx

Esse projeto vai ser mais difícil do que eu esperava mas vou me reeducar devidamente.

Hoje comprei um boneco do Obi-Wan Kenobi por 50 reais. FORAM 50 REAIS VÁLIDOS, OK?
E meu sétimo quadrinho da Marvel Grapic Novels '-'

Encomendei com meu irmão um celular novo. Secondhand mas tá valendo. O foda é que vai ser uma graninha que também deveria ser guardada mas preciso muito de um celular bom.

Tenho que me livrar de várias coisas esse mês, começando por livros que não gosto e/ou nao lerei mais, roupas e brinquedos. Vou ver o que faço até domingo.

Vim apenas desabafar porque de certa forma, me senti culpada comprando o Obi-Wan :/
Eu posso muito bem ir viajar mas posso manter minha primeira casa em ordem e bonitinha também né?
Que confuso!

Bom, é isso: preciso me segurar mais.

365 dias á partir de hoje!


Sem enrolações: á contar de hoje, tenho um ano para juntar a grana e fugir daqui. Sumir, evaporar, mudar.

Não aguento mais sonhar com coisas que não acontecerão comigo. Com coisas que se eu não correr atrás, simplesmente não deixarão de ser um sonho. Sei que vivo em um maldito conto de fadas e essa realidade dando 3 tapas na minha cara vem mostrando que ou eu tomo vergonha e cresço, ou continuo nos meus contos de fadas mas faço por onde pra que tudo seja lindo.
Essas badtrips não me pertencem. Eu não sou isso.
Apenas o que venho sendo é 'esse é o sentimento de culpa da Isabela' ou ' essa é a angústia da Isabela'.

Dê um jeito. Venda suas coisas que não vai mais usar. Não compre mais nada superficial ( você não precisa de nada, ABSOLUTAMENTE NADA DISSO!!!). Descole uma grana a mais e vá guardando.

E ano que vem, é só fugir.

Toma vergonha na cara, Isabela! Você não é isso. Reclamar não vai solucionar sua vida e sua angústia.

Apenas acorde e pare de enrolar.
É a sua vida e você só tem uma.
Ok, esses últimos dois meses sem computador deixaram meu blog bagunçado, sem atualizações e uma série de desabafos em folhas perdidas em caderno, e outros não escritos.
Nada de muito diferente das desilusões e esperanças aconteceu.
De bom, voltei para academia e tenho levado isso a sério, por incrível que pareça.
Agora estou com meu computador de volta e poderei escrever mais. Digamos que eu deveria fazer tudo mais... Não desperdiçar meu tempo na cama como venho fazendo.
Difícil fugir dessa rotina mas se eu acordar todos os dias dizendo 'hoje vai ser diferente!', uma hora fica diferente ne?

Ble, foi só uma atualização boba pra mostrar que ainda me importo com você, meu blogzim <3 p="">
Porque não ser a melhor companhia de si mesma?
Seria tolice desejar aquilo que não se tem? Às vezes acredito que sim. Não que eu esteja idealizando algo fora do padrão, apenas acho que o que eu desejo é o básico que a vida deveria nos oferecer. Também me pergunto o porquê de algumas pessoas se tornarem tão imbecis, mas vai ver fui eu que amadureci e passei a enxergar a real maneira com que se comportam. De fato a minha cabeça não é algo fácil de lidar, mas eu sobrevivo. E por falar em pessoas imbecis estou a caminho de mais um encontro com amigos. Talvez alguém possa me questionar o porquê de manter amizades assim, mas a verdade é que todo mundo tem amizades imbecis. No meu caso esses amigos evoluíram para o estagio imbecil há pouco tempo. Antes de receberem essa promoção posso até admitir que vivíamos na mesma sintonia, simplesmente procurávamos pelas mesmas coisas. Mas agora, adivinha? Eu mudei. E junto a essa mudança adquiri um cansaço de uma tonelada de coisas que antes eu tentava preencher. Agora estou a caminho desse encontro mais como uma despedida. Apesar das mudanças não posso largar tudo de uma vez, embora a vontade seja essa. Acredito que tirar o saldo atual da minha vida seja algo simples. Terminei algumas tatuagens pendentes, terminei um namoro denso, terminei mais um semestre da faculdade. Passei num concurso que me permitiu novos começos. Então comecei a dar aulas, a conhecer algumas pessoas novas sem grandes expectativas, a ganhar respeito pelo que faço e isso me proporcionou um contentamento. Continuo com a vontade de gritar com alguns familiares meus, a praguejar no caminho de volta pra casa e principalmente a desejar aquilo que às vezes considero uma tolice. Na maneira mais clássica de falar desejo um amor. E antes que chovam pedras, questiono. Quem verdadeiramente não deseja? O pior ao desejar esse tipo de coisa é que antes que ele venha realmente a acontecer, uma onda com acontecimentos frustrantes nos rebate pro inicio da caminhada. Daí surge à pergunta. Quantas ondas somos capazes de suportar? Quantas tapas? Verdades que enxergamos depois que o véu da paixão cai? Para ser bem sincera eu sei que ainda posso agüentar uma próxima onda, mas o impacto das ondas que já sobrevivi me faz querer sufocar esse desejo na maioria das vezes. Simplesmente porque não desejar se tornou mais fácil do que acreditar na improvável realização. E é essa força que me faz falar “Cala a boca Isabela Carapinheiro”, quando quero dormir e o desejo fica me martelando. Ou quando um garoto me olha e a primeira coisa que sinto vontade de falar é “Não, eu não quero ouvir você dizer que acha as minhas tatuagens maneiras. Elas não foram feitas para receber esses elogios tão frouxos. Obrigada e tchau!”. Quer dizer, qual a real dificuldade dessas pessoas quando elas precisam mostrar que são interessantes? Eu juro que não entendo. Tirando as vezes em que preciso me fazer de burra para conseguir engolir determinadas situações, sempre procuro ser eu mesma. O que me leva a pergunta chave. Será que eu substitui a vontade de realização pelas minhas exigências amadurecidas no pedestal? Mas a resposta agradecidamente vem mais certeira. Eu amadureci e ainda estou colhendo os frutos deste amadurecimento. Sei que muitas vezes a inquietação vem camuflada como cansaço e a única vontade é a de apertar o botão do foda-se. Mas também não quero dar os meus próximos passos acorrentados nessa vontade de ter alguém. Embora seja por meio de uma única molécula de oxigênio que respiramos a vida nunca cansa de mostrar o quão ampla ela pode ser. E que se dane o universo caso ele esteja ouvindo isso e devolvendo meu pensamento.

Anderson Nascimento.



OBS: Nunca alguém descreveu esse momento da minha vida tão perfeitamente, além de mim, obvio.
Obrigada pelo presente, Anderson

Li essa frase e fechei os olhos em seguida, respirei fundo e pude sentir saudades de algo que não acontece comigo a um bom tempo.
Pude sentir o enlaçar dos meus braços no pescoço dele. O encostar de cabeça em seu peito, de coração acelerado e a sensação de aconchego e segurança.

Definitivamente, essa é uma das melhores sensações do mundo.

É um sábado a noite e estou em casa assistindo ao show do Korn pela net..
Não que eu me importe com isso mas nas útimas smanas tenho estado numa situação delicada de tristeza profunda e perda de noção do que realmente quero ou o que é apenas sonho.
Queria sumir e que lembrassem de mim... Me procurassem sabe? Mas depois dessas duas semanas percebi que não vai assim. De forma alguma vão me procurar. E que na verdade, eu é que tenho que me encontrar.
Eu sempre quis fazer a diferença mas tenho cada vez mais igual aos outros.
Ainda dá tempo de se encontrar e de mudar tudo isso porque a vida é só uma mas tenho todos os dias para recomeçá-la.

Obs: Prometo solenemente que não vou fazer nada de bom.... Digo, que vou postar com mais freqüencia. 

xx

GOSH GOSH GOSH GOSH GOSH.
I just cant explain right now............ Im dying haha

“Passei tanto tempo, me importando, me chateando, ligando, correndo, fazendo das tripas corações para segurar o amor que restava nas costas. Agora eu prometi a mim mesma que não carregaria mais nada, peso nenhum sozinha. Não importo tanto, não me chateio tanto, não ligo tanto, não corro tanto e adivinhem só? Também nem preciso segurar mais amor nenhum, parece que agora ele vive flutuando e me acompanhando sempre. Quando eu parei de procurar ser amada, parece que o mundo começou a me amar mais.”

Porque não ser a melhor companhia para mim mesma?!

Ás vezes temos planos em primeiro plano que deveriam ser os segundos, terceiros, quartos... Assim como algumas pessoas fazem com pessoas mas esse desabafo não é sobre pessoas, e sim, sobre mim.
Eu tenho alguns planos ao longo dos anos, alguns já desisti e outro acrescentei a minha wishlist. De um tempo pra cá, tenho desejado coisas mais 'alcançáveis' mas hoje me deparei com uma situação chata e que veio brigando comigo mesma desde pequena.
É uma questão de concentração e de buscar a minha auto estima que está ( no momento) no topo de um monte no Himalaya. Uma coisa tão simples que se tornou um peso nas minhas costas ( não só nas costas mas como essa "porchete" que carrego, ew). Tomo de atitudes drásticas as vezes e por sorte, até o momento não vem voltando todo o peso perdido MAS eu sinto falta de renovações.
Talvez seja hora de tomar vergonha na cara e junto com tantas outras responsabilidades que veem surgindo, eu finalmente tome vergonha na cara e busque por saúde e satisfação comigo mesma.

So here we go.
Go Big or Go Home, isnt?!

xx
Por um tempo eu tentei convencer o mundo e a mim mesma, que eu era a menina de decote, maquiagem carregada e risada alta na fila do bar. Mas a verdade é que eu nunca fui. Acho incrível essa forma desapegada de dar sequência na vida, as piadas e histórias loucas e vazias. Mas nunca fui a menina do bar, uma pena. Pra ser sincera, eu tenho preguiça das outras pessoas da fila, dos meninos na porta do banheiro, das músicas sem letra, das cantadas baratas. Não conseguiria ser essa menina, embora ache um jeito bem mais simples de encarar o mundo, porque isso tudo me dá sono, mesmo entupida de energético. Porque antes do fim da noite eu já tô sentada, brincando com o canudo do drink, esperando a hora de ir embora. A impressão que eu tenho é que eu tô sempre esperando a hora de ir embora, de qualquer lugar e qualquer pessoa. A menina da fila tá dançando com o terceiro ou quarto cara da noite. Ela é divertida e linda. E eu queria ser assim, só que as pessoas são tão desinteressantes e previsíveis, que eu prefiro o canudo. Levantei e fui ao banheiro, ela tava lá, retocando a maquiagem. Enquanto eu lavava as mãos, ela arrumava o salto e reclamou “Nossa, dói demais, né? Mulher sofre!”. Eu sorri e concordei. Doía mesmo, quem dera fosse só o salto. Olhando nós duas pelo espelho, uma do lado da outra, a diferença era só o modelo do vestido. Mas éramos muito mais diferentes que isso. Ela tinha paciência com os babacas, o barman lerdo, os amigos bêbados, as meninas de nariz em pé. Ela só queria dançar, beber e curtir, porque a vida é complicada. Eu já entrei cansada e preferia o sofá, o copo, o canudo e todas as coisas sem vida daquele lugar, porque as pessoas são complicadas. Antes eu fosse a menina do bar...
Preciso de algo, que me preencha por dentro. To meio que só enfeitada por fora.

Meow


Ás vezes passamos por algumas epifanias que parecem mudar toda a forma de pensar que levávamos até o momento.
Ás vezes, por querer ser a dona de todos os movimentos vindos a seguir, acabo sobressaindo sem pensar a respeito do que o outro pensa.
Por 4 meses (que  no meu aniversário recebi o melhor abraço do mundo e você teve que ir embora sem maiores palavras) eu esperei um momento que pudesse ficar a sós com você, de verdadinha. Algumas outras vezes deram errado e meio que desistimulei, tendo quase certeza que não era pra ser e que o mundo conspirava contra mim.
E então chegou o dia.
Foi tudo tão fofo, sabe?! Você me deu aquele abraço de novo ( e eu morrendo de vergonha porque tava na porta de casa e cheio de familiares na sacada ahisuhauihsuiha ). Eu não queria soltar, juro! E quando mencionei de fazê-lo... Você me apertou mais forte!
Ei, m explica esse seu poder sob mim?
Quase 3 anos que nos 'conhecemos' e nos falamos todos os dias. Antes eram assuntos de mágoas e brincadeiras bobas; hoje, coisas do coração e desejos. E nerdices agudas.
Foram as horinhas mais únicas que passei em tempos, jogando pra longe esses momentos que venho tendo de vazio.
Sei que fiquei devendo muito do que disse que faria, por vergonha. E devo-te alguns milhares de abraços e ronronar no ouvido mas saiba que vou pagar, ok? :3
Me senti uma adolescente ao seu lado. Falando feito uma destrambelhada e vendo o mundo ao contrário o.O HSUIAHUSHUAHSUHAUHS ( aquele cara de bike deu mind fuck af ).
O que mais tá me consumindo por dentro é a vontade de tá perto por mais tempo. Como se aquele tempinho não tivesse sido o suficiente...
Ok, eu sei que é egoísmo mas cá entre nós... Porque tivemos que crescer e não ter tempo pelo excesso de compromissos?
BTW, vou parar com a tempestade em copo d'água!
Eu estou escrevendo esse texto e que nunca chegará em suas mãos (a nao ser que me dê surto) porque estou segurando ao máximo esse sentimento e essa sensação boa.
Sei que pareço uma boba sentindo ciúmes e já me iludindo com certos sentimentos mas o que é a vida se não vivencia em acertos e/ou erros?
Me prometi profundamente em não colocar 'a carroça na frente dos cavalos' dessa vez e esperar pelo o que o destino vai me proporcionar.
Só espero que nos planos esteja você ♥

xx

Entre duas opções, ela sempre será a quarta.


Era pra ser só uma brincadeira de quanto tempo ela conseguiria ficar instigando e exitando ele. 
Só que depois disso, os sentimentos foram trocados por ciumes, importância e desejos da parte DELA. Conversava sobre ele com os amigos e que diziam "esquece, ele ta na parada com a 'whorezinha'". São coisas que não a importavam mas que magoaram. 
Ás vezes as pessoas tomam algumas decisões difíceis devido aos apuros que acaba por se meter. Talvez não seja a hora certa de dizer tchau mas o afastamento foi óbvio. Dos desejos... O maior era não ser amiga ou uma conhecida da qual conversavam por mais de um ano, e que de certa forma, sempre tiveram caminhos enrolados para que não sejam entrelaçados.
Quando ela disse 'relaxa, sou só mais uma amiga e logo menos você esquece' não teria noção que a saudades maior viria de dentro dela.

x
"Mano, fecha o olho, não sei se é reflexo do sol ou é Isabela que tá fazendo isso, mas enquanto tiver falando dela, FECHA A PORRA DOS OLHOS hUDAHASH"

Fearless

Mais uma noite penando pra dormir tentando encontrar alguma motivaçao enquanto escuto Taylor swift. ( Sim, baixei a discografia e me sinto uma adolescente cantando com ela ).     Tudo tá tao encaminhado e dando certo que chega a ser assustador. Só uma coisa que me tira a paz e que parece ser a única coisa pra tudo estar perfeito. Nao que eu sinta falta disso mas, em alguns segundos, fico desejando e no segundo seguinte, penso 'poxa, sou tao nova, nao preciso disso agora, ta tudo tao encaminhado e dando certo... eu nao deveria ser egoista...'                         Esse pedaço de Fearless me define mas com um ponto de interrogaçao... Bom, coisa da minha cabeça.                                                                                                                 "We're drivin' down the road
I wonder if you know
I'm tryin' so hard not to get caught up now
But you're just so cool
Run your hands through your hair
Absentmindedly makin' me want you..."                                                                                                     xoxo I.      
A semana começou de forma gostosa pra mim, já que voltei a estreitar os laços com uma pessoa que me faz bem. Uma pessoa que mesmo tropeçando nas palavras consegue me deixar com vergonha. Você é uma pessoa que eu não encontro uma maneira de elogiar .-.
"Você é uma linda" acaba sendo muito pouco :s" . Tem como evitar que o rosto estique em um sorriso depois dessa frase?  
E aqui fica um trecho do livro Clarissa do Érico Veríssimo que estou adorando ler.                                            Xoxo I.

Se você não está bem, se guarda. Não sai querendo provar pra Deus e o mundo que você está feliz, que está conformada com tudo. Pára! Ganha valor, cuida de você, do coração e da mente que mais do que tudo, precisa de calma pra manter todo equilíbrio… E, como dizem: Não pira, respira.

Go Big or Go Home

Essas férias me foram úteis: comecei a tirar a carta de motorista, fiz o curso de web jornalismo ( e que grazadeus vai ajudar um pouco na matéria de análise do discurso), no começo de junho eu sai MUITO, vi muitos filmes, li dois livros e meio (!) e assisti ao Pierce The Veil.
Agora começa o 5º semestre da facu ( já com a dor de cabeça desse tal negócio de ser tutelado por causa da prova de literatura brasileira - que esse semestre voltou pra me assombrar) e na segunda começa esse negócio de dar aulas: é agora ou nunca! Será que vou me encontrar nisso?
Finalmente tomei coragem e comecei a loja. Meu pequeno empreendimento!
Estou bem feliz com os progressos em minha vida.

Só preciso me concentrar mais e...
GO BIG OR GO HOME!



xx

Desisti

Desisti. E isso é a coisa mais triste que tenho a dizer. A coisa mais triste que já me aconteceu. Eu simplesmente desisti. Não brigo mais com a vida, não quero entender nada. Vou nos lugares, vejo a opinião de todo mundo, coisas que acho deprê, outras que quero somar, mas as deixo lá. Deixo tudo lá. Não mexo em nada. Não quero. Odeio as frases em inglês mas o tempo todo penso “I don’t care”. Me nego a brigar. Pra quê? Passei uma vida sendo a irritadinha, a que queria tudo do seu jeito. Amor só é amor se for assim. Sotaque tem que ser assim. Comer tem que ser assim. Dirigir, trabalhar, dormir, respirar. E eu seguia brigando. Querendo o mundo do meu jeito. Na minha hora. Querendo consertar a fome do mundo e o restaurante brega. Agora, não quero mais nada. De verdade. Não vejo o que é feio e o que é bonito. Não ligo se a faca tirar uma lasca do meu dedo na hora de cortar a maça. Não ligo pra dor. Pro sangue. Pro desfecho da novela. Se o trânsito parou, não buzino. Se o brinco foi pelo ralo, foda-se. Deixa assim. A vida é assim. Não brigo mais. Não quero arrumar, tentar, me vingar, não quero segunda chance, não quero ganhar, não quero vencer, não quero a última palavra, a explicação, a mudança, a luta, o jeito. Eu quero não sentir. Quero ver a vida em volta, sem sentir nada. Quero ter uma emoção paralítica. Só rir de leve e superficialmente. Do que tiver muita graça. E talvez escorrer uma lágrima para o que for insuportável. Nada pessoal. Algo tipo fantoche, alguém que enfie a mão por dentro de mim, vez ou outra, e me cause um movimento qualquer. Quero não sentir mais porra nenhuma. Só não sou uma suicida em potencial porque ser fria me causa alguma curiosidade. O mundo me viu descabelar, agora vai me ver dormir. Eu quis tanto ser feliz. Tanto. Chegava a ser arrogante. Tanta coisa dentro do peito. Tanta vida. Tanta coisa que só afugenta a tudo e a todos. Ninguém dá conta do saco sem fundo de quem devora o mundo e ainda assim não basta. Ninguém dá conta e quer saber? Nem eu. Chega. Não quero mais ser feliz. Nem triste. Nem nada. Eu quis muito mandar na vida. Agora, nem chego a ser mandada por ela. Eu simplesmente me recuso a repassar a história, seja ela qual for, pela milésima vez. Deixa a vida ser como é. Desde que eu continue dormindo. Ser invisível, meu grande pavor, ganhou finalmente uma grande desimportância.

You made me the happiest person in the world

Você pode não ter notado, mas eu fiz quase de tudo para não me apaixonar por você, mas foi extremamente inevitável. Eu não queria me apaixonar por alguém comprometido, eu não queria me machucar, mas parece que com você é totalmente diferente. O modo como você se preocupa comigo sem eu nem ao menos ser alguém importante para você. O modo como eu não consigo tirar os meus olhos dos seus nem por um segundo. Você é a única pessoa que eu consigo olhar nos olhos. Eu pensei que você fosse sumir logo nos primeiros dias de conversa comigo, como todos os outros fazem, mas você não o fez e ainda disse que eu te faço bem. Você não imagina o que essas palavras fizeram comigo. 
Cada vez que eu te vejo online, o meu coração dispara descontroladamente. Eu senti ódio de mim mesmo por estar me apaixonando novamente, mas todos estão me dizendo para me jogar de cabeça nessa nova experiência. Me entregar de corpo e alma a esse amor que cresce, e é isso que eu desejo fazer. Eu sinto vontade de pedir a você para ser meu, sinto vontade de poder enroscar nossos corpos e provar para você que eu realmente o amo. Foi rápido, eu sei, mas não fui eu que escolhi isso. Você sabe que eu tenho ataques de fúria e que fico cego de ódio, mas quando sinto que isso está para acontecer... Eu olho uma foto sua no meu celular. Acredita que ela me acalma? Eu chego a ficar bobo. Me tornei possessivo diante de você. Não quero que mais ninguém te chame por apelidos carinhosos, não quero que mais ninguém dê em cima de você. Eu tenho me controlado para não chamar você de "meu", pois morro de vontade de finalmente poder chamá-lo assim sem nada me impedindo. 
Eu adoro a forma como você me trata como se fosse uma criança. Adoro te dar toda a minha atenção. Adoro sentir o meu coração pulsando de uma forma nunca antes sentida. Adoro te amar. Eu sou um romântico incurável, já deves ter percebido, mas espero que goste de mim mesmo assim. Eu espero que saibas que eu quero me entregar para você. Quero poder dizer que sou teu. Eu largo tudo se ao menos puder estar com você. Os outros são apenas os outros e eu só quero saber de mim, de você, de nós. 
Eu te amo. Te amo de uma forma intensa que eu nem lembrava mais que pudesse ser capaz de amar. Te amo de um jeito puro e quase inocente. Te amo muito mais do que um ser humano é capaz de amar outro. 

- Saudades de escrever textos como esses a época de fakes. 

Colide with the sky

Quase quatro anos escutando esses garotos de San Diego e desejando um show. Quando marcaram a primeira vez eu estava mais ansiosa pelo Four Year Strong rs. Finalmente quando marcaram e anunciaram Pierce The Veil em São Paulo, não perdi tempo e lá se foram 80$ Dilmas.
Ás vezes, pago caro em shows como esse e o do (Motionless in white que tá por viv x_x) e me sinto com uma puta consciência pesada mas quando vem o show e a vibe que eles passam, tudo isso é deixado pra trás. Quantas vezes ( noites, dias) eu passei ouvindo as músicas deles e que me ajudaram a pensar em N coisas? Me animavam, me faziam dançar e até chorar. Pena que foram apenas 60 minutos de show. E que valeram muito.
Fiquei um pouco decepcionada com o que aconteceu depois... Saíram da casa de show como SUPER STARS sem dar um autografo ou tirar uma foto com os fãs...
Depois encontrei o Vic e o Jaime na Augusta. Obvio que minha caruda foi tanta que chamei o Vic por duas vezes ( porque ele fingia que não tinha ninguém ali), me deu um 'oi' mais ou menos, quando falei 'best show ever' ele só disse 'thanks' e continuou andando. Quando chamei o Jaime, ele simplesmente me abraçou e eu fiquei sem palavras! Soltei um 'howareyou?' e soltei ele do abraço.
De qualquer forma, depois desse show, percebo que nunca vou ficar velha de mais para contemplar as bandas que fizeram e fazem parte da minha vida. Que vou cantar, pular, gritar e me esmagar no meio dos (emo) kids. hUSIHAUHSUHAUH

PTV <3 p="">

" But never means forever..."


Desculpe, estou me sentindo mal nessa manha ensolarada e com ventinho frio de sábado.
Já se passaram duas semanas desde que voltamos a conversar e não vejo progresso e um porque. Não em mim, no que estava fazendo mas no porque de termos voltado a conversar e qual é essa de 'ser amigos'. Isso não faz sentido e minha mente se recusa a achar algo que me faça entender.
Esse é meu primeiro final de semana sem créditos em... anos?! E eu sei que nem vai sentir falta e/ou vai continuar a agir como antes. Que não vai ser o primeiro a mandar sms, nem a ligar nem nada do tipo.
E eu desejo -apenas e exatamente - como você tinha dito: 'você quer que eu acorde em um belo dia ensolarado e diga que eu vou fazer de tudo pra estarmos juntos, que vou me mudar prae e coisas do tipo?'.
Só isso. Eu não fiz isso por 7 meses?
Sentia falta de mim e pelo orgulho não me procurou. Queria me encontrar e depois de meia duzia de sms já não queria mais.
Ou quer e finge que não.
Definitivamente, não quero essas dúvidas na minha cabeça porque voltei a não sentir vontade de ter meus rolês. Por outro lado é bom saber que, de certa forma, estou mais incentivada a correr atrás da minha vida e de 'crescer'. E aí fico com medo de ir tão longe que não possa me acompanhar.
É muito ponto de interrogaçao para poucos pontos finais.
Esse vai ser mais um daqueles finais de semanas que eu desejaria estar em um onibus por quatro horas e meia do que fazer um rolê na augusta (no final disso eu não teria seu abraço).
Meu bem, só de lembrar disso, meus olhos já encheram de lágrimas ( isso porque naquele dia, eu tinha prometido pra mim mesma nunca mais derramar uma lágrima sequer por e para você) e devo guardá-las para o show do Pierce the Veil.
Esse vai ser só mais um daqueles finais de semana que eu quero esquercer a dor e as coisas que sinto falta.

xoxo Isabela

Vrum vrum

Não... Não tô recebendo pra fazer propaganda da auto escola.
Na verdade decidi parar de ser rebelde (como dizem que todos os filhos são) e escutar pelo menos um conselho do meu pai: tirar carteira de motorista.
É a coisa que ele mais encana comigo desde os 18 anos e eu nunca vi utilidade. Pra ser sincera, continuo não achando útil sendo que moro em SP (transito caótico
Meu pai não sabe ainda, vou deixar pra contar quando eu tiver com a CNH na mão.
Nessas férias meio que 'acordei' pra vida e 'tou correndo de verdade atrás do que eu sempre disse 'amanhã eu faço'. Quero orgulhar meu pai e mostrar que eu posso mesmo com esses problemas que venho passando...
Sem dor no coração do dinheiro gasto com isso pois quem guarda, sempre tem. E é um investimento- como ele vive me repetindo.

Mais uma etapa linda da minha vida começando e eu estou ansiosa pelo que vem a seguir.

xoxo Isabela.

We found love in a hopeless place



Todo mundo, eu disse todo mundo mesmo, na vida, tem um lado par... 
Todo mundo um dia já respirou mais devagar, é normal do ser humano precisar de outro pra caminhar.
Alguns passam a vida toda fingindo nunca ter visto, mas já viu... Ah, se viu.
Todo cara já parou pra vê-la passar. Toda garota já leu uma sms 2x...
É normal de nós acharmos que encontramos o lado par toda hora.
Nesse meio tempo podem terem se perdido, se desligado e até mesmo cogitar outro rumo...
Mas só quando a gente realmente acha, descobre o que significa ter "outro alguém.


Thrice - "In Exile"



I just want to reset the world... traveler to everywhere, learn all the idioms and teach. I just dont want have a place to call 'home' Coz I live in SP since 2005 and I still not being part of this, or this home. I feel homeless. Now I know what it means with this song.

JUST ME


"Ferdinando, o Touro da famosa história infantil, é uma criatura adorável e um perfeito taurino. Ele se diverte em cheirar as flores, ouvir os pássaros cantarem e aproveitar as brisas do verão. Ele fica facilmente contente e sente-se em casa nas suas pastagens. Então, um dia, ele se senta em uma flor e na flor há uma abelha... e você pode adivinhar o resto. A história de muitas taurinas segue essa linha: existe muito contentamento, e você é capaz de apreciar a beleza da vida, muito mais do que qualquer outro signo... mas há sempre aquela droga de abelha.
Algumas palavras definem sua natureza fundamental: pacífica, serena, amante dos prazeres, calma, meticulosa, estável, sensível. A famosa paciência taurina não se baseia na disciplina - a paciência da natureza, da Terra em si. Não há dúvidas de que você gosta de sua segurança de forma tangível e imutável - no ouro, ou antiguidades valiosas, ou em uma linda Ferrari.
Riquezas de forma não-corpórea (como sonhos, compreensão de si mesma e outros bens invisíveis) não significam verdadeiras riquezas para um taurino. Segurança é o que você pode confiar e aquilo que você pode confiar é fisicamente verdadeiro e não muda.
Taurinas são realistas. Você não é ambiciosa na forma mais pura da palavra e fica feliz em permanecer no poder por trás dos panos - contanto que lhe dê prazer e um bom dinheiro. Você sabe que não pode se alimentar de seus louros e que a fama não conserta goteiras no telhado. O problema com tudo isso é que perde o que não é visível aos olhos terrenos.
Você valoriza a simplicidade, a consistência e os fatos básicos, mas a maioria das coisas da vida - as profundidades misteriosas do amor - é nem simples nem consistente. As taurinas muitas vezes têm medo do que não vêem ou não podem segurar em suas mãos. Você é uma criatura irrefutavelmente sensual, não só no domínio sexual, mas com qualquer coisa que dá prazer aos sentidos.
Pessoas de Touro muitas vezes têm um talento criativo para a pintura, design ou para música, e têm a paciência e a sensatez para torná-los seus melhores dons. Pode ser que a vida de artista não lhe apeteça, mas mesmo assim, você não faz de si mesma um mito, é bastante rígida na avaliação do tamanho de seu talento e com a maneira de chegar à satisfação sem sacrificar seu conforto. Você é bastante sábia para saber que não se pode obter as coisas de graça, e que fazê-las bem já é o suficiente. Aspirações para salvar o mundo ou escrever a maior novela do século não fazem seu tipo.
Você não se interessa por nada que é barato, incluindo seu par. A qualidade conta. E embora você tenha uma tendência sentimental, gentil e romântica, ainda irá querer obter algumas referências de seus parceiros. Às vezes entrará em um transe tão profundo com a beleza física ou com o sucesso material, que perderá o que está por trás disso. É triste dizer, mas as taurinas são totalmente ludibriadas pelas aparências. No entanto, você se orgulha do que valoriza e se apega a isso com ambas as mãos fechadas.
Taurinas apoiam seus entes amados. Pode ser que você nem sempre entenda seus motivos, mas eles serão sempre leais. Às vezes, toda essa constância pode levar à complacência. Isso parece ser uma parte necessária do padrão de vida taurino. Sem aquela fisgada ocasional, é possível continuar a ter charme, mas será também infantil. A vida poderá parecer terrivelmente simples a você, em preto e branco, sem sequer considerar as nuances de cinza.
A abelha (que muitas vezes aparece como um desapontamento amoroso, ou uma grande crise financeira) desperta sua capacidade de tolerar e aprender. Essa é uma combinação maravilhosa, uma vez alcançada. Então, você poderá encarar as realidades mais profundas dessa vida e poderá sentir empatia e estar aberta aos reinos da imaginação e do coração. E essa é a maior forma de riqueza que existe."

Caraca, me explicou 100%! 

Análise interna em conflito

Tenho evitado pensar a respeito mas depois da última noite... Definitivamente nao tem como fugir disso: eu estou tao traumatizada que to tendo pavor interno de gostar de alguém. De sentir algo. De saber que no começo todo mundo é um amor e depois mostram as asinhas de greemling e fodem a porra toda! Ao ponto de passar na minha cabeça de gostar de alguém e estar com ela me dar embrulho no estomago. Eu que sou uma romantica incurável, passando por essa é terrível. O ser humano precisa de amor ( tanto como da dor) pra se manter vivo. Nao consigo me apegar ou sentir mais nada. Isso tá fundindo minha mente.                                                                                          
Cogito a ideia se realmente o amor existe nos dias de hoje e se realmente vou sentir isso algum dia. Só consigo pensar que as pessoas estao juntas em troca de interesses de querer extrair algo do outro, por desejo, por ser mais um rostinho bonito de se sair de maos dadas e coisas do tipo.                                                                                                                  Nao estou tao vazia quanto pensava estar pelo fato de pensar sobre isso, porque se fosse em outra condiçao ou pessoa isso nem passaria pela cabeça. Talvez esse seja o primeiro passo de querer sair dessa condiçao e/ou de estar com o subconsciente sendo tomado por alguem (and we truly know who is  c;) e por conta desses medos eu nao conseguir me soltar.                                                                                                                                    

You have a new message from...


É sempre dessa forma que acontece: uma conversa legal, aí você passa seu número de celular, ele começa a te mandar sms... O dia inteiro, até pegar no sono ou enquanto joga videogame. Algumas vezes você sente necessidade de ligar só pra ouvir a voz da pessoa mas não liga, não quer parecer grudenta, já que tem sms 25 horas por dia. Se você tem sorte de morar na mesma cidade que ele, pode tentar jogar um ' verde' pra que te chame pra sair, quer dizer, se ele já não tiver feito isso ( aqui uma dica: se você já comentou de ir dar uma volta ou ir ao cinema e ele não fez nada... Desencana, porque quando o cara quer, ele move montanhas pra te ver). Outras vezes acontece de um cara muito legal morar em outra cidade ou estado. Bem, aí são outros 500...
Continuando...
Vocês tem assunto pra dar e vender, não querem dormir ou realizar compromissos. Só querem ficar perto. Até que vocês se encontram ou sei lá, ele simplesmente diminui a quantidade de sms. Você se questiona várias vezes, tentando achar o motivo do qual ele perdeu o tesão na conversa.
Bem, para ele, de duas, uma: ou pessoalmente não foi muito com sua cara e não rolou AQUELA QUIMICA. Ou apareceu outra gatinha no pedaço e ele não consegue dar atenção para as duas. Tem também aquele tipico caso que vocês ficaram e BANG... Ele conseguiu o que queria e não tem mais motivos pra te mimar.
Não se preocupe! Não é sua culpa.
Na verdade, essa era digital deixa tudo mais rápido e vazio mesmo...
Então, as sms vão diminuindo até que você não recebe mais nenhuma vinda dele. Nem mesmo resposta ao 'bom dia'. A única sms que recebe é da sua mãe, pedindo pra fechar a janela do quarto dela porque vai chover. Você começa a sentir falta das sms... Volta a se ocupar e fazer as coisas que gosta e...
KABOOOM!
Aparece outro cara legal que vem conversando com você na última semana... Pede seu número de telefone...

Web-Real-Series

Deveria ser menos doloroso apaixonar-se por um seriado e seus personagens. Alguns se identificam porque gostariam de tá levando essa vida. Outros levam exatamente a vida de alguns personagens. Tem até quem queira se inspirar na ideologia e no modo de vestir...
No meu caso, apaixono-me pelos romances que os protagonistas vivem. Ás vezes fico agoniada e extremamente brava por atitudes imbecis que eles tomam ou meu coração enche de amor quando o casal tá feliz e tudo parece um sonho. Pena que nossa vida não é como um roteiro de seriado que podemos mudar caso a cena não fique boa. Só uma chance e se não sair como você realmente queria...
Só lamento. É isso.
E lá se foi a sua única chance...

Você está fazendo o que ama agora?




É uma coisa que meu pai vem puxando meu pé a respeito e eu tô só empurrando com a barriga. Ok, de segunda-feira não passa. Posso não acertar de primeira mas vou parar de correr em círculos e dar motivos para que se orgulhem de mim.
Go girl!

88 years old? WHAT?


E hoje a grande ansiã dos 'da Silva Santos' completou 88 anos de idade. Dá pra acreditar que ela já tenha passado por: ser a mais cobiçada do 'baile', dar a luz a 20 filhos, passar por necessidades, dar a volta por cima ficar casada e abençoada pelo 'até que a morte os separe' com meu vovô Juju e obvio... Me suportar dia após dia.
Tenho plena certeza que não chegarei a essa idade, com essa lucidez e alegria de todos os dias mas gostaria de ter a essência da qual ela me passa todos os dias. Estar sempre sorrindo independente da dificuldade, encontrar o amor da minha vida e construir uma linda familia e ter mensagens lindas pra passar pros netos, bisnetos, tataranetos.

Ê dona Clarisse... Já falei que minha primeira baby vai ter seu nome e eu me orgulho de ter nascido nessa familia bagunçada e barulhenta.

Eu te amo, minha matrioska ♥

nine of five



Fui pra faculdade me preparando para as 4 aulas mais torturantes de poesia brasileira. Tinha acabo de pisar dentro da facu e chegou uma sms sua: ' que vai fazer hoje?' , nada. E então veio o convite feito por você ( que na verdade eu inventei e incansavelmente insisti em te ver, por longas 3 semanas). Eu precisei correr pra te encontrar e quando cheguei, sem folego, tava lá, todo malandrão. Você me esperava no metro. Só pode ser ele. Você tava de touca. Pegava o telefone, ao mesmo tempo que o meu, tava morto na mochila. Durante aqueles poucos passos, tentava te decifrar, tentava perceber se era aquela imagem mesmo que eu tinha de você por trás da tela do computador.
Coisa louca essa de conhecer gente pela internet, meus avós diriam. 
Seu rosto em 3X4, que tinha visto algumas vezes no rolê e preferia não me aproximar por ser justamente o cara cobiçado e cheio de menininhas em volta. Sua foto insistentemente pulava na minha tela enquanto navegava pelas páginas do facebook, 'vai lá, adiciona ele, talvez vocês se conheçam'. Cliquei uma vez, e outra, e outra... 'Melhor não adicionar'. Mas seu nome ficou. Adicionei. Até que cruzei com você tempos depois na mesma tela e finalmente tentei puxar assunto. Dia após dia. Me identifiquei com quase tudo. Não sei se isso é verdade, mas se for, precisava ver de perto. Você desabafou comigo. Eu tentei fazer o mesmo sem parecer muito chata, cá entre nós, mulher desabafando é um porre, né?
Em pouco tempo de conversa tudo ornou, tudo se ajeitou e em menos de uma semana eu te vi. Sem foto 3X4. Sem tela. Sem textos. A gente se cumprimentou com um beijo no rosto e um abraço apertado, demorado, de coração acelerado e respiração ofegante– sem, nem sequer imaginar, que aquele seria o primeiro de tantos. E a gente falou sobre a vida. Falamos muito com a diferença que, naquele momento, ainda éramos estranhos. A afinidade, aquela coisa invisível e difícil de explicar, tomava forma. Reparava nas suas ideias , nas piadas e nos contos sobre o role. Queria ficar perto. Sempre achava um jeito de tocar em você, de te sentir materializado.O fato é que, as horas se passaram. E a gente se aproximou. Acho que, de alguma forma, o cosmos comemorava – 'Isso, garota, você fez tudo certinho'. E, de repente, eu tinha certeza que algo estranho me abalou. Você me olha nos olhos, afasta meu cabelo do rosto e solta um: você é linda.
É estranho, eu sei, vindo de uma menina que era pra ser mulher, escrito para e sobre um cara que só quer curtir. Mas é o cara menos previsível que eu conheço, no momento tô achando que quando ele ler isso, vai rir mas pode ser que não... Porque antes de conhecer o cara doidao do rolê, eu conheci um cara romantico e que foi magoado...
Whatever, esse foi pensando em você, T. (: 

Happy 23 and its time to grow up, jerk








My bday, basically, can be resumed in rainbow cake, Gray♥,  vodka, worm with vodka, pepsi with vodka, Devendra, FAI, Savant Inc and well... back to the zoeira sem limites. HUIHUIHAUIHUSIHUAIHS

Happy 23 for me :3
Its time do go on.

xx

Um dia antes de fazer 23... Vamos impor novas regrinhas!


25 COISAS PARA FAZER ANTES DOS 25 ANOS!
O texto original está em inglês e é do Though Catalog. Mas é tão bom, é tão digno, que merece ser traduzido – e repassado – para vocês.
1. Faça as pazes com os seus pais. Seja por, finalmente, reconhecer que eles realmente querem o melhor para você ou por perdoá-los por serem imperfeitos, você não pode entrar feliz na vida adulta com essa marca de ressentimento familiar.
2. Beije alguém que seja ‘muita areia para o seu caminhãozinho’. Beije modelos, estudantes de medicina e empreendedores que moram em Dubai, e não se preocupe se eles(a) vão te ligar depois ou não.
3. Minimize a sua passividade.
4. Seja subordinado ou faça um bico, para começar a entender como gorjetas funcionam, como manter a paciência perto de babacas e como algumas palavras amáveis podem mudar o dia de alguém.
5. Reconheça liberdade como uma passada num fast food às 5h30 da madrugada com um bando de estranhos que você acabou de conhecer.
6. Tente não se martirizar por possuir um diploma ‘inútil’. Dinheiro é um terror e as coisas não aconteceram exatamente como você planejou, mas você tinhamesmo que fazer faculdade… E ter um diploma não é a pior coisa do mundo. Nós vamos resolver essa confusão, provavelmente. O ponto é que você não merece menos só porque ir à faculdade não trouxe um retorno imediato. Seja paciente, trabalhe com o que você tem e lembre-se que muitos de nós estamos nessa juntos.
7. Se você está em qualquer emprego que seja, abra uma poupança. Você nunca sabe quando estará desempregado ou  desesperado para fugir da sua vida por uns dias. Mesmo R$20 por semana já fazem R$1040 a mais por ano do que você teria de outro jeito.
8. Adquira o hábito de ir lá fora, aproveitar a luz, cultivar seus amigos, esquecer a internet.
9. Fique curtindo – e alimento – uma ressaca por 4 dias seguidos.
10. Comece um relacionamento com o(a) sua paixão platônica dizendo que o(a) quer. Diretamente. Tipo, olhando em seu rosto e dizendo assim: Eu quero você. Eu quero ficar com você.
11. Aprenda a dizer não – para você mesmo. Não continue usando salto alto se você odeia, não continue fumando se você odeio o seu cheiro no dia seguinte, pare de passar dias inteiros afundado no sofá para depois reclamar que está perdendo o Sol.
12. Tire um tempo para revisitar os lugares que construíram quem você é: o apartamento em você cresceu, sua escola, sua cidade natal. Esses lugares até podem ficar lá para sempre, mas você definitivamente não.
13. Encontre um hobby que faça te esperar pelo momento de ficar sozinho, que deixe essa solidão momentânea agradável e energizadora.
14. Pense que você se conhece até conhecer alguém mais do que você.
15. Esqueça quem você é, suas prioridades e como uma pessoa deveria ser.
16. Identifique os seus medos e, ao invés de deixar que eles controlem as suas ações, encontre e converse com pessoas que já os superaram. Não se contente sem experimentar 000002% do que o mundo tem para oferecer porque você tem medo de viajar de avião.
17. Adquira o hábito de organizar as coisas e desapegar. Só porque funcionaram em algum momento não significa que você deve mantê-las para sempre – sejam essas ‘coisas’ o seu par de calças favorito ou o seu ex.
18. Pare de se odiar.
19. Saia e assista àquele filme, leia aquele livro ou ouça aquela banda que você já mentiu sobre ter assistido, lido, ouvido.
20. Tire vantagem do seguro de saúde enquanto você ainda é saudável.
21. Crie o hábito de falar às pessoas como você se sente, seja escrevendo um e-mail de fã para alguém cujo trabalho você ame ou falando ao seu chefe por que você merece um aumento.
22. Namore alguém que diga “Eu te amo” primeiro.
23. Deixe o país com a desculpa de “se encontrar”. Isso não funcionará. Lugares não mudam pessoas. Invés disso, beba bastante sozinho, leia vários livros, faça sexo em albergues sujos e volte para casa quando a saudade bater.
24. Revolucione e compre um Macbook Pro.
25. Largue aquele emprego que te deixa infeliz, termine relacionamentos que te façam agir como um lunático, abandone os amigos que ininterruptamente te dão vontade de vomitar. Você é novo, resiliente, há outros trabalhos, relacionamentos e amigos se você estiver aberto a eles.

Estou em um momento pensadora e pesquisadora das causas das doenças da mente e feridas da alma.


Estou em um momento bem vibe da minha vida. 
Sabe quando você passa por algo aterrorizante, que parece sem solução e a única coisa que consegue pensar é se esconder em baixo das cobertas, com seu ursinho de pelúcia e esquecer de tudo que é real e mau?
Pois então, descobri que depois disso vem o dia de céu limpo com ventinho gelado no rosto. Passeios em plena quarta-feira com os amigos ou uma quinta-feira andarilha pelo centro de SP com uma boa companhia. Que sentir ciúmes, ódio e desgosto com as atitudes dos outros é normal. Que 'não é bom cultivar rituais de sofrimento só para saber se ainda dói. A dor pode preencher espaços, mas cultivá-la é como construir muros em volta de si mesmo.'
Não sinto mais nada a respeito do que aconteceu. Fico apenas procurando causas das doenças da mente e feridas da alma para tentar dar bons conselhos. Se não, criar um livro. Sabe como é... Aquele negócio de que é bom errar para aprender. Se errar novamente é burrice. 
Tô numa vibe de ocupar cada instante da minha vida, esquecer da internet, sorrir sem medo. De abraçar, beijar e conversar com quem eu quiser, na hora que eu quiser. De estar satisfeita com meus pensamentos, desejos e meu corpo. 
Estou em um momento existente da minha vida. 
E isso é maravilhoso!